Política - 17/10/2015

Câmara aprova orçamento do município para 2016 em R$ 109 milhões.

A crise financeira do país, com queda de arrecadação, obriga municípios a "apertarem os cintos" e ajustarem para baixo seus orçamentos.



Em sessões conjugadas, realizadas na noite de terça-feira (13/10), a Câmara aprovou por unanimidade - em duas votações, como determina o Regimento - projeto de lei encaminhado pelo Executivo com a proposta do orçamento geral do município de Itararé para o exercício de 2016. O valor aprovado estima a receita bruta em R$ 109,2 milhões (variação positiva de apenas 1,1% em relação a 2015).

Reflexo da conjuntura econômica desfavorável, o orçamento do município, em valores nominais, é praticamente o mesmo de 2015. Em valores reais, somente descontada uma inflação anual que, pelas estimativas, deverá fechar este ano em quase 10%, a Prefeitura terá que trabalhar no próximo exercício com valores substancialmente menores. Além disso, a previsão de um quadro recessivo também para 2016, compromete a arrecadação do governo federal, prejudicando as transferências para Estados e municípios.

De onde vem e para onde vão os recursos

Da receita total, deduzidos R$ 10,2 milhões para a formação do Fundeb (fundo da Educação), apura-se então o total de receita líquida e despesa, fixadas em R$ 99 milhões. As principais fontes de recursos do orçamento são os repasses estaduais e federais (FPM, Fundeb, SUS, ICMS, entre outros) que representam 85% da receita total, sendo que recursos próprios, resultantes da arrecadação de tributos municipais, somam 10,5% da receita prevista.

As despesas com pessoal (folha de pagamento e encargos sociais) totalizam R$ 56,4 milhões - ou 57% da receita líquida, praticamente no limite prudencial estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

A maior fatia dos recursos do orçamento é destinada para a Educação (R$ 35,7 milhões), Saúde (R$ 24,8 milhões) e Serviços Urbanos (R$ 7,9 milhões).

"O momento atual exige do poder público eficiência na gestão e competência na aplicação dos recursos, para que este período difícil seja ultrapassado com o menor sacrifício possível para nossa população", alerta o presidente da Câmara, Dr. Junior.

Veja mais


CEI vai investigar repasse de recursos para Educação.

Primeira sessão da Câmara Municipal é marcada pela abertura de uma nova CEI.

Ler notícia

Internautas votam em enquete e administração atinge 59,09% de insatisfeitos.

Enquetes são termômetro de um determinado momento, social, político ou econômico.

Ler notícia

Itararé foi contemplada com uma retroescavadeira através do PAC II solicitada em 2012

Várias cidades do Brasil estão recebendo estas máquinas do Governo Federal

Ler notícia

Ministério da Justiça e Fundação PROCON apoiam projetos do Dep. Eli Corrêa Fº (DEM/SP)

Deputado Eli Corrêa Filho defende dois projetos em atenção aos direitos do consumidor

Ler notícia


Comentários