Agricultura - 11/09/2014

Procafé estima perda de 20% na safra de 2015.

Déficit hídrico prejudicou a florada que deveria acontecer neste mês.



  • Falta de chuvas irá prejudicar produção de 2015.

A Fundação Procafé divulgou nesta quarta-feira (10), dados sobre o déficit hídrico na região Sul do Estado de Minas Gerais. Segundo o levantamento a região está próxima da maior seca da história. O município de Varginha-MG tem déficit hídrico de 181,9 mm, Carmo de Minas 167,9 mm e Boa Esperança registrou déficit de 226,4 mm. Com a realidade climática, a Prócafé estima que a safra de 2015 tenha quebra de 20%.

De acordo com o pesquisador da Fundação Procafé, Alysson Fagundes, a região vive uma situação atípica sem chuvas. “Se não tivermos chuvas de 50 mm no mês de setembro, tenho certeza que veremos a pior safra da cafeicultura”, disse o pesquisador.

Segundo Fagundes, mesmo que a região Sul de Minas receba chuvas nos próximos dias, os danos causados pela seca já refletem consideravelmente na próxima safra.

“As perdas até hoje não voltam, as chuvas só devem minimizar a situação. Até o presente momento temos 226 mm de déficit hídrico em Boa Esperança. Em 2007, quando tivemos uma péssima florada que refletiu drasticamente na safra de 2008, nós tivemos no Sul de Minas na Estação Meteorológica de Boa Esperança 250 mm de déficit, ou seja, nós estamos muito próximos disso”, ressaltou o pesquisador.

Com esses dados, Fagundes estima que as lavouras de café que teriam produção estimada em 30 a 40 sacas por hectare este ano, devem ter queda de produção porque estão esqueletadas.

Segundo o pesquisador, as plantas da safra 2015 já deveriam estar com florada, mas ainda estão com folhas. “As lavouras esqueletadas que são as lavouras que dariam altas safras para 2015 deveriam estar com 29 nós de crescimento vegetativo. Dependendo da região, estão com 12 nós de crescimento, esse é um reflexo severo de redução na produtividade”, afirmou o pesquisador em entrevista ao programa Mercado & Cia, apresentado por João Batista Olivi.

Veja mais


PAM 2014: recorde de produção da soja impulsiona agricultura.

Soja bate novo recorde no País,86,8 milhões de tonelada.

Ler notícia

Prof. Molion faz previsão de menos chuvas para os próximos 6 anos.

Confira a palestra completa do climatologista Luiz Carlos Molion, durante encontro com cafeicultores da Cooxupé na última sexta-feira(19).

Ler notícia

Sindicato Rural e SENAR ministraram curso sobre operação de motosserras.

O objetivo do curso é assegurar um melhor manuseio do equipamento para evitar acidentes.

Ler notícia

Agricultores de Itararé assinam contratos do PNHR

A construção conta com subsídios dos governos Federal e Estadual.

Ler notícia


Comentários