Política - 17/04/2014

Vereadores criam leis para proteger usuários de bancos.

Câmeras e biombos deverão aumentar a segurança de clientes das agências bancárias de Itararé.



  • Biombos nas agências bancárias de Itararé são sugeridos pelos vereadores.

  • Algumas agências de Itararé já possuem este recurso de segurança ao cliente.

Foram votados e aprovados por unanimidade na sessão de segunda-feira, 14, dois projetos de lei que têm como objetivo aumentar a segurança tanto para usuários de agências bancárias como à população em geral e que já são realidade em inúmeras cidades.

Câmeras de monitoramento

O primeiro projeto, de autoria do vereador Laércio Amado, com emenda aditiva de Lúcio Mariano, estabelece que as agências bancárias e demais instituições financeiras no município - como casas lotéricas e cooperativas de crédito - instalem câmeras de vídeo para cobertura do seu lado externo, garantindo imagens das entradas e saídas, bem como das laterais e da frente da rua.

A legislação estabelece também que a captação de imagens deverá ser ininterrupta e os arquivos deverão ser armazenados em local seguro, preservados por pelo menos seis meses e colocados à disposição das autoridades policiais, sempre que solicitados.

"Mecanismos de identificação, como câmeras de vídeo, são comprovadamente fatores de inibição da ação de meliantes", explica Laércio.

Biombos nos caixas

O outro projeto, de autoria do vereador Dr. Junior, determina uma maior privacidade na área dos caixas das agências, com a obrigatoriedade de instalação de divisórias ou biombos opacos entre os guichês - onde há manipulação de dinheiro - e o espaço reservado aos clientes que aguardam atendimento. Os bancos terão 90 dias para adaptação à lei, a partir de sua publicação. Em sua justificativa Dr. Junior enfatiza que este isolamento, além de proteger a intimidade do cidadão, tem o objetivo de coibir a "saidinha"", golpe em que um ladrão fica fora do banco, aguardando que o cliente deixe a agência com uma quantia significativa de dinheiro, normalmente informada por alguém no lado de dentro.

A fiscalização das duas leis será de competência da Prefeitura e estão previstas multas pelo seu não cumprimento. Ambas seguem agora para sanção da Prefeita.

Veja mais


Municípios poderão ter prazo maior para criar plano de mobilidade urbana.

Deputado deseja que o prazo se estenda até abril 2018.

Ler notícia

Vereadores se reúnem com Secretário para encontrar soluções para a iluminação pública

Empresa terá que realizar levantamento sobre pontos escuros na cidade

Ler notícia

Parceria pode recuperar vicinal Cerrado - Santa Cruz.

Finalizada em 2011, a obra não foi aceita pela administração anterior devido as falhas no serviço executado.

Ler notícia

Aberta as CEI’s da Carne e Novata Engenharia

Foram formadas as comissões e seus respectivos presidentes e membros

Ler notícia


Comentários