Cotidiano - 12/02/2014

Frente de Trabalho forma 41 bolsistas em Itararé

Das 100 bolsas destinadas pelo Governo Geraldo Alckmin através do SERT, 66 tiveram o contrato assinado em Capão Bonito no início do programa.



  • Frente de Trabalho capacitou 41 trabalhadores na área de Jardinagem e Auxiliares de Cozinha

Geração de renda e capacitação profissional. Eis os principais objetivos da Frente de Trabalho, programa gerenciado pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT), que formou, na última sexta-feira (7), 41 bolsistas em Itararé.

A formatura aconteceu na ETEC de Itararé no período da manhã.Desde sexta, os empregadores do município e da região têm à disposição cidadãos devidamente capacitados para os postos de Jardinagem e Auxiliar de Cozinha.

Para o Secretário de Indústria, Comércio e Empreendedorismo, Dirceu Vieira, o  resultado foi bem positivo porque a Frente de Trabalho não existia. "Trabalhamos, corremos atrás, e hoje, a Frente é realidade" concluiu.

Das 100 bolsas destinadas pelo Governo Geraldo Alckmin através do SERT, 66  tiveram o contrato assinado em Capão Bonito no início do programa.

O trabalho desta primeira equipe continua até o dia 27 de maio.

A secretaria informa que já protocolou em São Paulo um ofício, solicitando ao governo a continuidade desta parceria.

Mais informações sobre o programa 

Criada em 1999, a Frente de Trabalho tem como objetivo proporcionar qualificação profissional e renda à população desempregada e em situação de alta vulnerabilidade social. Tem duração de nove meses e 150 horas de qualificação.

Os bolsistas recebem mensalmente bolsa-auxílio de R$ 210, crédito para a compra de alimentos no valor de R$ 86 e seguro de acidentes pessoais.

No período, os participantes devem prestar serviços de interesse local (quatro dias da semana – 6h/dia) e, a partir do terceiro mês, frequentar o curso de qualificação profissional oferecido pela SERT, de acordo com a necessidade do município.

Para se inscrever, é preciso ser maior de 17 anos, estar desempregado há pelo menos um ano, residir no Estado de São Paulo há no mínimo dois anos, não ter familiar participante do programa e não receber qualquer benefício social equivalente.

O objetivo da prefeitura é oferecer novas bolsas da Frente de Trabalho e ampliar a parceria com o Governo do Estado para proporcionar melhores condições aos cidadãos do município.

Veja mais


ACEI está otimista para o Dia das Crianças

Associação espera um aumento de 6% nas vendas neste período.

Ler notícia

ACEI alerta sobre o tráfego de caminhões.

O Departamento Municipal de Trânsito – Demutran instalou novas placas na cidade para reforçar o decreto de 2011 sobre o tráfego de caminhões.

Ler notícia

Carreta tomba na curva do Pelame nesta quinta-feira (13).

Com o acidente, o combustível do tanque da carreta se espalhou pela pista.

Ler notícia

Guarda Municipal apreende madeiras cortadas ilegalmente em Itararé

Apreensão foi às margens de uma nascente na zona rural

Ler notícia


Comentários