Agricultura - 09/09/2013

Arrecadação de embalagens vazias de agrotóxicos somou 8.500kg

Desde 2002, quando foi criado, o Sistema Campo Limpo, do inpEV, já retirou do campo mais de 260 mil toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas



Preocupada em reduzir o risco de poluição no meio ambiente e a contaminação humana, a Prefeitura Municipal de Itararé, através da Secretaria de Agricultura em parceria com a Associação dos Distribuidores de Insumo Agrícolas do Estado de São Paulo (Adiaesp), realizou na última sexta-feira (06) a II coleta de embalagens vazias de agrotóxicos.

Conforme dados obtidos com a Adiaesp, 94 agricultores do município foram atendidos e 8.500kg de embalagens foram arrecadados. O material recolhido será encaminhado para postos Adiaesp nas cidades de Itaberá e Itapeva a fim de incineração e reciclagem.

De acordo com a auxiliar administrativo, Geniane Nunes, o aumento de embalagens vazias demonstra que o produtor está cada vez mais consciente de suas obrigações e que cada vez mais se preocupa com a questão ambiental.

O secretário de Agricultura, José Roberto Cogo, aponta a importância da ação. “Essa atitude demonstra que os produtores estão mais conscientes sobre a obrigação e a importância de dar destinação correta para embalagens de agrotóxicos”.

A arrecadação aconteceu na sede da Associação de Produtores Rurais de Itararé (Apri) e contou com apoio do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV), Apri, Minerfértil Adubos e Defensivos Ltda, Cooperativa de Agricultura Familiar de Itararé (Coafai), Agro Verde, Mineração São Judas, Capal, Agroterra, Castrolanda e Gráfica do Mino.

Histórico da ação de recolhimento

Desde 2002, quando foi criado, o Sistema Campo Limpo, do inpEV, já retirou do campo mais de 260 mil toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas. Boa parte do material arrecadado vão para o processo de reciclagem e darão origens à outras embalagens para agrotóxicos ou itens para a construção civil, como conduítes.

A contar da data de início da arrecadação, o inpEV informa que com esse ato, a energia elétrica economizada seria suficiente para abastecer 1,4 milhão de casas entre 2002 e 2012, o gasto de água evitado equivale a 36 milhões de caixas de água cheias e o gás carbônico não emitido é de 346 mil toneladas.

O Brasil é referência mundial  na destinação correta de embalagens vazias de agrotóxicos. Graças ao trabalho realizado por todos os integrantes da cadeia produtiva agrícola, 94% das embalagens plásticas de defensivos agrícolas comercializadas anualmente são destinadas corretamente.

Veja mais


Em Santa Catarina, plantio da soja chega a 15% e produtores seguem atentos ao clima.

Já o recuo na área do milho também preocupa os produtores de suínos e aves.

Ler notícia

Secretaria de Agricultura pede a produtores rurais que façam o Cadastro Ambiental Rural

O CAR – Cadastro Ambiental Rural – constitui um cadastro eletrônico.

Ler notícia

Procafé estima perda de 20% na safra de 2015.

Déficit hídrico prejudicou a florada que deveria acontecer neste mês.

Ler notícia


Comentários