Política - 09/09/2013

Programa ‘Frente de Trabalho’ iniciou suas atividades

Serão 90 trabalhadores beneficiados pelo programa estadual



Na manhã de hoje (09), a Frente de Trabalho deu início as suas atividades através da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Empreendedorismo.

O programa Frente de Trabalho tem duração de nove meses e 150 horas de qualificação. Os selecionados receberão uma bolsa-auxílio de R$ 210,00, crédito para a compra de alimentos no valor de R$ 86,00 e seguro de acidentes pessoais.

Conforme o secretário, Dirceu Vieira, as 90 vagas oferecidas pelo programa foram distribuídas em quatro diferentes secretarias.

A Secretaria de Serviços Gerais recebeu inicialmente 30 trabalhadores, a Secretaria de Administração contará com 12 trabalhadores que serão alocados na rodoviária e cemitério e 06 trabalhadores prestarão serviços para a Secretaria de Habitação e Meio Ambiente, realizando manutenção de praças e do Viveiro Municipal.

Os demais ficarão à disposição da Secretaria de Indústria, Comércio e Empreendedorismo.

Conforme determina o programa estadual, os selecionados deverão auxiliar o poder público municipal em serviços de interesse da comunidade, ou seja, serviços gerais.

Todos possuem carga horária diária de seis horas, por três dias na semana. No quarto dia, será aplicado um curso de qualificação de frequência obrigatória.

Esta conquista para Itararé foi um trabalho conjunto, Executivo e Legislativo realizado no dia 21 de agosto, quando o secretário de Indústria e Comércio Dirceu Vieira, o chefe de Gabinete Júlio Cesar de Souza e os vereadores Lúcio Mariano e Mara Galvão Ribeiro estiveram no gabinete do Secretário de Estado do Emprego e de Relações do Trabalho, Tadeu Morais acompanhados pelo deputado estadual João Caramez (PSDB).

A solenidade oficial de liberação das Frentes de Trabalho para Itararé e demais municípios contemplados foi realizada no dia  27 de agosto em Capão Bonito.

Na oportunidade, a comitiva Executivo/Legislativo itarareense afirmou que a visita foi providencial, pois Itararé não estava incluída na relação de municípios contemplados e que após a conversa com o Secretário de Estado, é que esta conquista foi possível.

O que é a Frente de Trabalho

O programa se utiliza de trabalhadores com mais de 17 anos, desempregados há pelo menos um ano.

Os bolsistas permanecem na Frente de Trabalho por seis meses, com jornada de atividades de até seis horas diárias, três dias por semana.

No quarto e no quinto dia eles fazem um curso de qualificação profissional ou de alfabetização.

A participação no programa não representa vínculo empregatício, já que tem caráter assistencial e de formação profissional.

Eles receberão mensalmente bolsa-auxílio de R$ 210, crédito para a compra de alimentos no valor de R$ 86, cobertura de um seguro de acidentes pessoais e, dependendo da distância da residência, terão também vale-transporte.

Veja mais


Milton Monti é empossado para o seu 5º mandato como Deputado Federal.

'A gente tem que atuar no sentido de fazer com que o país se desenvolva', disse Monti.

Ler notícia

Prefeita se reúne a fim de discutir programa para a construção de casas na zona rural

No dia 15 de maio, a prefeita Cristina Ghizzi esteve na Secretaria de Agricultura de Itararé e se reuniu com o secretári

Ler notícia

Rejeitado pedido para instalação de Comissão Processante.

A denúncia foi redigida com base no relatório final da CEI, concluída em outubro deste ano.

Ler notícia

Cristina Ghizzi continua prefeita de Itararé após votação realizada na madrugada desta sexta-feira (09).

Sessão de Julgamento realizada pela Câmara Municipal terminou às 3h da madrugada.

Ler notícia


Comentários