Economia - 22/02/2016

Horário de Verão diminui em 0,55% o Consumo de Energia na área de Concessão da ELEKTRO.

Essa economia equivale ao consumo de energia elétrica do município de Itapeva, por 43 dias, e Capão Bonito, por 212.



A 45ª edição do Horário de Verão, que se encerrou às 0h do domingo (21) de fevereiro, gerou uma economia de 29,6 GWh de energia nas 228 cidades atendidas pela Elektro nos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul. Essa economia equivale ao consumo de energia elétrica do município de Itapeva, por 43 dias, e Capão Bonito, por 212. No horário de pico, a redução foi de 4,6% na demanda de energia.

Com essa redução, ocorre melhoria na qualidade e maior segurança no fornecimento de energia elétrica, e isso é especialmente importante para as cidades litorâneas, onde a alta temporada proporciona aumentos significativos no consumo de energia elétrica.

Outro benefício verificado com o horário de verão é a queda na demanda máxima do sistema elétrico no horário de pico, que compreende as primeiras horas do anoitecer (das 18h às 21h). Isso alivia o carregamento dos sistemas de transmissão e distribuição de energia, principalmente nas Regiões Sul, Sudeste e Centro-oeste, onde o consumo é mais elevado. Na área de concessão da Elektro, a redução da demanda foi de 120 MW, o que representa uma queda de 4,6%.

O horário de verão visa redução do pico de demanda do sistema elétrico brasileiro. E a conjunção de alguns fatores, como a mudança de comportamento dos consumidores, o término do expediente de trabalho ainda com luz natural, associado ao início da utilização da iluminação pública um pouco mais tarde, acarreta uma queda do consumo de energia, principalmente, no horário de pico.

Veja mais


Constelações Sistêmicas podem ajudar na solução de problemas de uma Empresa.

Em período de instabilidade econômica, técnica pode trazer soluções positivas para empresas de todos os tamanhos.

Ler notícia

BUSCAPE VOLTA À TV COM CAMPANHA PARA AJUDAR CONSUMIDOR A ECONOMIZAR.

Aplicativo do Buscapé é apresentado como indispensável para uma boa pesquisa de compras.

Ler notícia

Contratos e sua revisão.

Não se trata de rasgar documentos assinados. Atitudes desse tipo minam a credibilidade e têm consequências legais.

Ler notícia

O ‘Artesanato em Si’ feito à mão por duas artesãs.

Simples como somar um e um que resultam em dois, ou melhor duas artesãs de muito talento e que decidiram abrir seu próprio negócio.

Ler notícia


Comentários