Agricultura - 26/08/2015

Prefeitura entrega mais de 50 casas para produtores rurais.

Em 2014 a Prefeitura entregou 11 casas do PNHR, o que totalizam 66 moradias prontas.



A Prefeitura de Itararé, através da Secretaria de Agricultura, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Itararé e da COOPERHAF – Cooperativa de Habitação dos Agricultores Familiares entregou na manhã desta sexta-feira (21) mais 55 casas do PNHR – Programa Nacional de Habitação Rural do governo federal, que contemplará ao todo 106 famílias.

A entrega oficial aconteceu no Teatro Sylvio Machado e contou com a participação do poder executivo, legislativo, população e representantes do Estado de São Paulo e Governo Federal.

O PNHR tem como objetivo financiar a aquisição de material para a construção de unidade habitacional em área rural. Este programa oferece subsídios para pessoa física, Trabalhador Rural ou Agricultor Familiar, com renda familiar bruta anual de até R$ 15 mil, que estejam estabelecidos de forma coletiva, por uma Entidade Organizadora.

Em 2014 a Prefeitura entregou 11 casas do PNHR, o que totalizam 66 moradias prontas. Para saber como se cadastrar no PNHR os interessados podem procurar o SINTRAF – Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura Familiar, situado a rua Newton Prado, nº 480, ou entrar em contato pelo telefone (15) 3531 – 4593, ou o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Itararé, que fica na rua Eugênio Dias Tatit, 146, telefone 3531-3442.

Veja mais


Secretaria da Agricultura abre inscrições para curso de piscicultura

Abertas as inscrições para o Curso de Criação de Peixes em Viveiro Escavado

Ler notícia

Secretaria de Agricultura e Pecuária participou da 10ª AGRIFAM

Um grupo de produtores de Itararé também esteve presente

Ler notícia

Brasil e China firmam acordo para compra do milho brasileiro

O volume anual de milho exportado para a China chegará a 10 milhões de toneladas

Ler notícia

Encontro CECANE com Agricultura Familiar

Esse trabalho está sendo realizado em todas as cidades dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

Ler notícia


Comentários