Política - 21/06/2015

Concluída CEI que investigou repasses à Educação.

A CEI concluiu que a Prefeitura não segue com rigor o intervalo de dez dias para efetuar os repasses.



Na sessão da Câmara de segunda-feira (15), foi lido o relatório final da Comissão Especial de Inquérito (CEI), instalada em fevereiro deste ano, com o objetivo de investigar possíveis irregularidades no repasse obrigatório de recursos da Prefeitura à Educação.

Conforme determina a Constituição Federal e a Lei de Diretrizes e Bases, os municípios devem aplicar no ensino, anualmente, nunca menos de 25% da receita resultante da arrecadação de impostos, inclusive das transferências do Estado e da União.

O repasse desses valores da Prefeitura para a Secretaria Municipal de Educação deve ser feito a cada dez dias e, segundo o texto legal, o atraso da liberação sujeitará os recursos à correção monetária e à responsabilização civil e criminal das autoridades competentes.

A CEI concluiu que a Prefeitura não segue com rigor o intervalo de dez dias para efetuar os repasses, conforme previsão da lei, porém, ao final, os valores atingem o limite mínimo estipulado de 25%, não havendo portanto prejuízo à Educação.

Segundo a Secretaria de Finanças, atrasos acontecem por dificuldades financeiras do município e pela necessidade de cumprimento das demais obrigações, como folha de pagamento, duodécimo da Câmara, pagamento de fornecedores, entre outras.

No documento, que agora é encaminhado ao Executivo, recomenda-se que a Administração evite esta irregularidade nos repasses e exerça um controle interno mais rígido, com integração entre os sistemas de Arrecadação, Tesouraria e do setor financeiro da Educação.

A CEI teve como presidente Marcos Vincenzi e como membros Laércio Amado, Pinguim, Zeca da Cofesa e Zetão.

Veja mais


Câmara rejeita denúncia do PT contra vereador.

Por onze votos a dois foi rejeitada denúncia do Partido dos Trabalhadores contra o vereador Laércio Amado.

Ler notícia

Dep. Federal liberou mais de R$ 600 mil para Itararé através de seu assessor Renato Galendi.

Eli Correa Filho, Deputado Federal vem desenvolvendo ao longo do tempo um trabalho constante de auxílio ao município de Itararé.

Ler notícia

Legislativo julga prefeita em sessão extraordinária.

Hoje quinta-feira (8), às 17h, acontecerá a sessão extraordinária da Câmara Municipal de Itararé para julgamento da prefeita Cristina Ghizzi.

Ler notícia

Roberto Cogo assume como vereador.

Cogo era Secretário de Cristina Ghizzi.

Ler notícia


Comentários