Saúde - 23/11/2014

Milton Monti propõe que recursos de emendas possam comprar medicamentos.

Atualmente as emendas na área da saúde são utilizadas apenas para equipamentos e estruturas físicas.



  • Parlamentar propõe que recursos possam também ser utilizados para compra de remédios.

O deputado federal Milton Monti apresentou uma emenda à LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) que permite que recursos destinados por emendas parlamentares aos municípios, na área da saúde, possam ser usados para a aquisição de medicamentos.

De acordo com o texto proposto, recursos destinados para a Rede SUS na opção de custeio poderão ter a finalidade de incluir a aquisição de medicamentos utilizados no controle e no tratamento de programas específicos, como asma, rinite, hipertensão, diabetes, bem como para o tratamento ambulatorial e domiciliar dos casos positivos de HIV/DST/AIDS.

Atualmente, só é permitida aos parlamentares a indicação de emendas, no âmbito do ministério da saúde, que propicie investimentos nas instalações físicas das unidades e compra de equipamentos, o que vem gerando às prefeituras uma carência financeira no que diz respeito ao custeio dos serviços prestados na área da saúde. “O que muitos prefeitos se queixam, hoje, é que as instalações físicas já estão adequadas. É necessário investir agora no custeio, na manutenção dessas atividades, para que a população possa ser melhor atendida, como é o caso da distribuição de medicamentos”, destaca o deputado federal Milton Monti.

Veja mais


No combate à dengue, Vigilância Sanitária recebe citronela.

O odor cítrico da planta é um repelente natural de moscas e mosquitos, inclusive da dengue.

Ler notícia

Prédio da Previdência é entregue a representantes da regional

Agência do INSS é uma das maiores da região construído no padrão 3

Ler notícia

Departamento fala sobre descarte de carnes

As merendeiras e diretoras das unidades escolares reclamaram do cheiro forte e do excesso de gordura.

Ler notícia

Prefeita e secretária de Saúde visitam unidades de saúde da zona rural

A visita ocorreu a fim de verificar 'in loco', os problemas que cada um enfrenta.

Ler notícia


Comentários