Agricultura - 29/05/2013

Itararé foi palco de mais um Leilão das Fazendas Santa Andrea, Rio Verde e Convidados

No último dia 18, às 16 horas no Centro de Eventos Mezo Wolters, as Fazendas Santa Andrea e Rio Verde realizaram o 7º Leilão Histórico de Qualidade.



No último dia 18, às 16 horas no Centro de Eventos Mezo Wolters, as Fazendas Santa Andrea e Rio Verde realizaram o 7º Leilão Histórico de Qualidade.

Com mais de mil animais entre os quais, machos e fêmeas Nelore e Cruza Industrial (Simental, Angus, Pardo-Suíço) e reprodutores Angus PO HR esta edição do Leilão Histórico contou com a organização da Verdó Leilões e com a apresentação de Vitor Trindade Jr, tradicional leiloeiro do ramo. A Verdó atua na área de leilões de gado de corte atendendo aos pecuaristas de todo o Brasil e hoje é uma das empresas de referência e confiança no setor. Fundada em 2001 na cidade de Bauru, a Verdó Leilões trabalha com todo tipo de gado de corte para cria, recria e engorda ofertando animais selecionados em leilões realizados a cada trinta dias.

Já as Fazendas Santa Andrea agropecuária e Rio Verde são tradicionais em Itararé na criação de gado Simental, Angus e Pardo Suíço.

Neste 7º Leilão Histórico de Qualidade, o gerente da Fazenda Santa Andrea, Luiz Carlos de Macedo disse que “todas as expectativas mais uma vez foram superadas, igual a todas as outras seis edições”. Segundo Luiz Carlos, as raças que a Fazenda Santa Andrea vem produzindo são gado de corte com o cruzamento de Simental e Zebu (Nelore), originando o Siombrasil. Recentemente a Fazenda Santa Andrea está mais voltada para a pecuária leiteira, onde acontece o cruzamento de Simental com o gado Holandês. “Estamos usando o holandês vermelho e branco que são as cores predominantes do Simental e assim estamos conseguindo manter o nosso padrão de rebanho, lembrando sempre que nossa raça principal é o Simental”, enfatiza Luiz Carlos.

Ainda sobre o último Leilão Histórico de Qualidade, promovido pelas Fazendas Santa Andrea, Rio Verde e Convidados, Luiz informou que o reprodutor que se destacou foi da raça Angus, alcançando um valor superior a R$ 7 mil. O faturamento total do leilão, segundo Luiz Carlos chegou aos R$ 820 mil, num total de 1.096 animais de corte e 10 touros da raça Angus.

Estes animais foram vendidos para as cidades de Lins, São Carlos, Capão Bonito, Itapeva, Lençóis Paulista, Botucatu, Ourinhos e alguns deles permaneceram para produtores de Itararé.

“Eu gostaria de fazer um agradecimento especial à Prefeitura Municipal de Itararé pelo apoio em mais uma edição do Leilão e principalmente ao V.I.C.C. – Voluntários Itarareense de Combate ao Câncer, que promoveram o buffet do evento e que desde a primeira edição deste nosso Leilão não medem esforços para atender à todos com muita competência e profissionalismo”, finalizou Luiz Carlos de Macedo.

Veja mais


Pesquisa desenvolve bacon, copa e presunto de carne ovina.

No desenvolvimento dos produtos, o projeto contou com a parceria de diferentes instituições.

Ler notícia

Prefeitura pretende criar a “Feira Noturna”

Alguns feirantes acham viável mas não querem que a feira de sexta mude para Centro de Eventos

Ler notícia

Em março, IBGE prevê safra 3,6% maior que a de 2014.

Índice foi baseado no LPSA que é uma pesquisa mensal de previsão e acompanhamento das safras dos principais produtos agrícolas.

Ler notícia


Comentários