Saúde - 10/02/2016

Deputado e pesquisadores se reúnem com governador para o início dos testes da fosfoetanolamina.

O deputado do PR-SP comemora outro grande passo na sua pioneira luta pelo reconhecimento da “pílula do câncer” junto à Anvisa.



O deputado estadual do Partido da República foi o primeiro parlamentar paulista a defender a continuidade da distribuição paliativa da substância e se colocar ao lado de todos os envolvidos – pesquisadores e pacientes – na luta em favor da realização de testes clínicos e do reconhecimento da fosfoetanolamina por parte da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa.

O governador Geraldo Alckmin, médico por profissão, vem sendo sensível aos apelos do deputado Ricardo Madalena, mostrando-se totalmente comprometido com a causa nos últimos meses.  Em reunião no Palácio dos Bandeirantes, dia 27 de novembro do ano passado, a Universidade de São Paulo (USP) cedeu ao Estado o direito de produzir a fosfoetanolamina sintética.

Logo, no dia 9 de dezembro, Madalena protocolou novo ofício, dessa vez requerendo ao governador que intercedesse junto à Procuradoria do Estado, para que a substância voltasse a ser fornecida aos pacientes até a decisão final dos órgãos federais. Conscientes da luta de Madalena, 50 deputados paulistas subscreveram seu ofício.

A caminho dos testes

Na quinta-feira – dia 28 de janeiro – acompanhado do professor Gilberto Chierice; do professor Salvador Claro Neto; do prefeito de São Carlos, Paulo Altomani; e do secretário da Saúde de São Carlos, Marcus Petrilli, o deputado Ricardo Madalena (PR-SP) se reuniu, mais uma vez, com o governador Geraldo Alckmin e o secretário de Estado da Saúde, David Uip. Nesse encontro foram definidas as ações para realização dos primeiros testes da fosfoetanolamina no estado de São Paulo.

Conforme definido no encontro, nesse primeiro momento a pílula será testada em 210 pessoas, sendo 10 grupos de 21 pacientes.

O governador Geraldo Alckmin confirmou que os testes no estado de São Paulo serão realizados a partir da segunda fase, enfatizando: “Os primeiros estudos em seres humanos em pequenos grupos de pessoas voluntárias, já vem sendo realizada há 25 anos pelo Prof. Dr. Gilberto Orivaldo Chierice, com sucesso junto a pacientes”, observa Alckmin.

Ricardo Madalena comemorou o avançar de mais uma etapa para o início dos testes clínicos da substância no estado de São Paulo. “O governo está demonstrando empenho e vem cumprindo todas as etapas legais para que, em breve, essa substância seja reconhecida pela Anvisa e passe a ser fabricada e prescrita pelos médicos, para se tornar uma esperança de vida aos pacientes que sofrem dessa enfermidade”, declara esperançoso, deputado Ricardo Madalena.

“A reunião mostrou mais um grande avanço e fico feliz ao ver que o governador abraçou a nossa causa e está empenhado para que os testes aconteçam logo. Agora, devemos aguardar parecer do Conselho Nacional de Ética em Pesquisa, órgão ligado ao Ministério da Saúde, para que o governo estadual possa, imediatamente, iniciar os testes. Nossa expectativa é que iniciem ainda no mês de fevereiro”, avalia Madalena, que após a reunião visitou o Instituto do Câncer do Estado de São Paulo, onde conheceu toda a estrutura e os laboratórios onde serão realizados os testes.

Também participaram do encontro o deputado federal Lobbe Neto (PSDB), o deputado estadual Roberto Massafera (PSDB), o prefeito de São Carlos; Paulo Altomani; e o secretário da Saúde de São Carlos; Marcus Petrilli.

Outros locais para testes

Atendendo pedido do deputado Ricardo Madalena, o secretário de Saúde, David Uip informou que o oncologista Dr. Paulo Marcelo Gehm Roff entrará em contato com o Hospital do Câncer de Ourinhos Dr. Monzillo, para avaliar se a unidade está apta para a realização dos testes da fosfoetanolamina. O Instituto do Câncer do Estado de São Paulo – Icesp; e o AC Camargo Câncer Center, também serão responsáveis pela realização de testes.

A produção das pílulas

A produção das substâncias para os testes da fosfoetanolamina ficará entre os Laboratórios PDT Pharma, de Cravinhos; e Cristalina, de Itapira.

Veja mais


Sai resultado da campanha contra Hepatite B e C

Apresentaram positividade para Hepatite B - 0,36% e para Hepatite C - 1,35%.

Ler notícia

Homem com suspeita de ebola está internado em Cascavel, no Paraná.

Ministério da Saúde diz que ele será transferido para o Rio de Janeiro.

Ler notícia

Unidade de zoonoses é inaugurada em Itararé

Esta unidade atenderá exclusivamente a população mais carente que não possui recursos para castrar seu animal nas clínicas particulares

Ler notícia

Dr. Ulysses vistoria obra da Oncologia em Itapeva.

O investimento é de R$ 6 milhões 232 mil e 856. A previsão é que o prédio fique pronto em outubro deste ano.

Ler notícia


Comentários