Saúde - 28/09/2015

Gerência de Riscos do HAC apresenta ótimos resultados em avaliação.

O Hospital Amaral Carvalho ficou na categoria A, com 29,74 pontos.



  • Orientação sobre a mudança de decúbito do paciente é uma das ações da Gerência de Risco, visando a segurança do paciente.

Desde 2009, o Hospital Amaral Carvalho (HAC) mantém o setor Gerência de Risco (GR), que tem como principal foco realizar o levantamento de riscos para pacientes e profissionais de saúde, além de instituir medidas de prevenção e controle.

O serviço integra a Rede de Hospitais Sentinela, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que objetiva concretizar a vigilância pós-uso ou comercialização de produtos. De acordo com a infectologista do HAC e coordenadora da GR, Brígida Reis, essa rede, cujos integrantes são hospitais de ensino e/ou alta complexidade, funciona como um observatório para o gerenciamento de riscos à saúde.

Medicamentos, vacinas, sangue e hemocomponentes, equipamentos e artigos médico-hospitalares são algumas das atividades/serviços acompanhados e avaliados pela GR do Amaral Carvalho. Os dados anuais são encaminhados para a Gerência de Monitoramento do Risco (Gemor), Gerência Geral de Monitoramento de Produtos Sujeitos à Vigilância Sanitária (GGMON), e Anvisa. "A informação desses números ajuda a fortalecer o Sistema Nacional de Vigilância Sanitária e da vigilância pós uso / comercialização no Brasil", explica a profissional.

No monitoramento das atividades da Rede Sentinela realizadas em 2014, o serviço de Gerência de Riscos do HAC apresentou ótimos resultados. Entre os itens questionados estavam a identificação, análise e avaliação de riscos (ferramentas e técnicas utilizadas); o controle dos riscos, como busca ativa de eventos adversos e notificações; a qualidade, por meio de auditorias internas; a educação continuada da equipe; farmacovigilância, tecnovigilância e hemovigilância.

As instituições foram classificadas, de acordo com a pontuação alcançada, nas categorias A (de 27,9 a 37 pontos), B (de 18,5 a 27,8) e C (menor que 18,5). "O Hospital Amaral Carvalho ficou na categoria A, com 29,74 pontos, tendo crescimento em comparação ao ano de 2013", ressalta Brígida.

A médica afirma que a evolução e os bons resultados obtidos são reflexo do empenho de toda a equipe da GR em prestarem serviços de qualidade e demonstram a capacitação do serviço.

Veja mais


Nova Secretária da Saúde de Itararé concede entrevista ao JC

Planejamento é a nova ordem da Secretária de Saúde que assumiu no final de julho

Ler notícia

Deputado Geraldo Cruz libera recursos para a Saúde de Itararé

O deputado estadual Geraldo Cruz, liberou R$ 170 mil para a Secretaria Municipal de Saúde.

Ler notícia

No Brasil, câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens

Ano passado foram identificados mais de 60 mil novos casos da doença

Ler notícia

Anvisa suspende venda de remédio para controle de diabetes.

Medicamentos dos referidos lotes apresentam teor ativo abaixo do limite especificado.

Ler notícia


Comentários